É Só Olhar o Banheiro

Ajahn Chah fala sobre a prática monástica.Dois comentários sobre esse ensinamento: nos monastérios da tradição da floresta dentro da Tailândia, em geral não se organiza o trabalho de limpeza e manutenção do monastério, é esperado que os monges o façam de maneira voluntária, no estilo “quem ver que está sujo, limpe”, o resultado dessa prática é que os monges fazem tudo de maneira espontânea, sem precisar de alguém vigiando ou dando ordens, mas nem sempre funciona, por isso a necessidade de um ensinamento como o que vemos abaixo. Já nos monastérios ocidentais é comum que haja uma lista de tarefas e para cada tarefa uma pessoa é designada, o monastério fica limpíssimo mas as pessoas nem sempre trabalham por sinceridade mas sim porque foram mandadas. No que diz respeito a noviços, vale lembrar que na Tailândia somente crianças se ordenam como noviços, e então às vezes e necessário ensinar até coisas básicas como dar descarga no banheiro…

Notas:
  • temos mais que 40 filiais: hoje em dia o número chega a mais de 200 filiais.
  • prestar reverência: prostrar-se de maneira elegante e respeitosa perante a imagem do Buddha ou perante o professor.
  • cachorro: não há nada mais ofensivo na Tailândia do que chamar alguém de cachorro.
  • opinião incorreta: vem do pāli “micchā-ditthi”, é usado na Tailândia para se referir a pessoas que são inimigas do Buddha Sāsana.

     

Baixe a transcrição deste ensinamento: Versão PDF / Versão ePub

2 comentários sobre “É Só Olhar o Banheiro

  1. Bhante muito obrigado por mais uma tradução. Só um pequeno errinho minimo de digitação no texto explicativo sobre a palestra está escrito: "nem sempre trabalham por sinceridade mas sim porque forma mandadas." – porque foram mandados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.